Review: Tiny Wings (iOS)

Review: Tiny Wings (iOS)

Hoje vou falar sobre um dos jogos que nos leva a pensar: ainda existem chances para desenvolvedores independentes na AppStore? Se seu jogo for tão bom quanto o Tiny Wings, sim, com certeza existe espaço para fazer sucesso e ganhar um bom dinheiro.

Concorrendo com gigantes do videogame (como a EA, que tem lançado seus maiores sucessos para a plataforma Apple) o joguinho não deixou barato. Dias após o lançamento desbancou o famoso Angry Birds e ficou um bom tempo em primeiro lugar em praticamente todas as regiões onde está disponível.

Review: Tiny Wings (iOS)

O que mais me chamou atenção no jogo é que ele foi desenvolvido por uma única pessoa. Lembre desse nome: Andreas Illiger. Tiny Wings foi seu primeiro jogo lançado e, ainda assim, um sucesso estrondoso.

Olhando apenas para o gameplay, o jogo parece um pouco idiota: você controla um pássaro - que não consegue voar - através de montanhas, tentando ir o mais longe possível. O que o torna tão especial?

A história é sobre uma pequena ave verde que sempre sonhou em voar, mas por ter asas pequenas (do inglês “tiny wings”) não conseguia por meios próprios. Mas o mundo é cheio de colinas “escorregadias” que você pode usar para ganhar os céus. Seu tempo, no entanto, é limitado: você só pode voar durante o dia, então tenta, a todo custo, fugir do pôr do Sol.

Review: Tiny Wings (iOS)

Os gráficos foram cuidadosamente trabalhados. São simples e cativantes. O pequeno pássaro verde - que não tem nome - tem animações fluidas e emite sons engraçados. As montanhas listradas em tons pastéis inspiram calma ao jogador. A música e sons ambientes encaixam perfeitamente no jogo.

A forma de jogar é simples: o passarinho avança pelas montanhas e você toca na tela para torná-lo mais “aerodinâmico”, fazendo-o descer mais rápido. Dessa forma você controla o momento de tocar o solo e consegue ganhar mais velocidade e altura - ou perder, caso você perca o timing.

Falando nisso, o gameplay é totalmente baseado em timing. Tocando a montanha no momento exato você conquista o chamado “pulo perfeito” (perfect jump). Fazendo três pulos perfeitos em sequência você entra em um modo especial, o “fever mode” - em tradução livre, modo eufórico -, que faz com que você receba pontos em dobro. Para se manter neste estado, basta seguir conquistando pulos perfeitos.

Trailer do jogo:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=x6pT_2E5xI0]

A primeira versão do jogo tinha um elemento frustrante. Algumas vezes você tocava a tela e a resposta não era imediata, levando à falhas que tornavam o jogo um pouco injusto.

Antes que eu pudesse falar mal do desenvolvedor (não que eu goste), o mesmo lançou um update que corrige a falha, além de várias outras, o que mostra que Andrea está bastante motivado com seu sucesso - diferentemente de vários desenvolvedores experientes que, mesmo fazendo sucesso não dão o devido suporte às suas criações.

Outros itens do jogo incluem pequenos sóis, que aumentam a sua pontuação e pequenas bolas de energia - azuis - que aceleram o pássaro, salvando-o em alguns momentos difíceis. Tocar nas nuvens é, também, uma outra forma de ganhar muitos pontos. O jogador com certeza terá bons momentos de diversão no jogo.

Se você enjoar do cenário, não se preocupe, eles são gerados de forma procedural (através de programação), o que garante que eles mudem sempre que você volta ao jogo. Os jogadores hardcore também terão um grande desafio, chegar às ilhas mais “distantes” não é tarefa fácil. São poucos os que conseguem passar da oitava ilha.

Review: Tiny Wings (iOS)

O jogo conta, ainda, com um sistema de objetivos, que, ao serem cumpridos, melhoram seu ninho, trazendo multiplicadores a sua pontuação. Essas tarefas vão desde conseguir fazer 5 pulos perfeitos logo após saltar de uma ilha para outra até conseguir 175 mil pontos, passando por se manter em “fever mode” por 34 segundos.

O jogo conta com integração com o Open Feint e, segundo o desenvolvedor, a integração com o Game Center está a caminho.

Por todos os elementos que o compõe, Tiny Wings merece 5 Steve Jobs de recomendação.

jogo + do que recomendado! go comprar now

Uma curiosidade: apesar das vendas terem atingido milhões e o jogo ter feito sucesso absoluto entre os usuários da Apple, não agradou a Nintendo. O presidente da divisão americana da empresa, Reggie Fils-Aime, em entrevista ao site Gamasutra comentou que a empresa não está interessada em parcerias com “desenvolvedores de garagem” e que jogos como Tiny Wings não são capazes de manter seu valor ao longo do tempo.

Será que não está na hora das grandes perceberem que mesmo desenvolvedores hobbystas são capazes de produzir grandes peças? Eu acredito que sim e mais, acredito que todos aqueles que têm uma idéia para um jogo, deveriam pô-la em prática já. Este é o melhor momento da AppStore, a Android Market Store está fervilhando e vemos cada vez mais jogos indie a venda no Steam.

Lembrem que, assim como Tiny Wings, o Angry Birds começou seus dias sendo mantido por 3 pessoas. Hoje a Rovio é uma empresa de tamanho respeitável que está sabendo administrar o sucesso da fórmula.

Mas tudo isso é assunto pra outro post - um pouco além dos reviews.

Ir para o topo