Review: Thor

Boa noite, caros aficcionados por mitologia nórdica, como esse que vos fala! Direto do cinema, o review sobre o mais novo filme dos estúdios Marvel: THOR!

Preparem o elmo e a cota de malha, aqui vamos nós!

Muito bem, primeiramente era o filme mais esperado por mim em 2011 e fui seco no cinema, doido pra ver o Mjölnir esmagando crânios! Enfim, o filme começa épico, com cenas de glórias, coroações que não terminam por invasões de gigantes do gelo e etc. Pode-se dizer que o começo do filme é a melhor parte dele todo. É épico! Thor mostra seu real poder e faz raspadinha com os gigantes do gelo!

[caption id="attachment_5297" align="aligncenter" width="490" caption="Loki e Thor"][/caption]

Os outros guerreiros nórdicos não se mostram tão bons quanto realmente seriam. É uma pena. Depois da cena inicial, começa enfim a primeira comédia dos estúdios Marvel! Sim, comédia, bem pastelão! Há uma cena em que Thor entra na pet shop, cheio de gatinhos e filhotinhos fofos e pede um cavalo!

Thor: -Quero um cavalo!!! O melhor!!! Vendedor: -........ :O~...... o.O

Em um momento do filme, que poderia ser bem dispensável, aparece o... SPOILER: Gavião Arqueiro! Totalmente desnecessário na cena.

Esse da imagem acima é Odin, que, como diria um amigo meu, está usando uma tampa de danoninho no olho. Na mitologia ele dá seu olho em troca de toda a sabedoria do universo, jogando-o no Poço de Mimir, mas nesse, o perdeu em batalha. Isso é o inicinho do filme, que, apesar de ser o melhor do filme, começou bem errado! Loki é um mimadinho que paga de anjinho mas é o professor do capeta em ruindade. A cara de almofadinha do ator meio que estragou o personagem, sempre retradado nos quadrinhos com rugas, sem dentes.

Os guerreiros companheiros de Thor são muito pé rapados. Como foram chamados por um agente da S.H.I.E.L.D. no filme, são a Xena, Jacky Chan, Robin Hood e etc. Eu sei que existe uma lei nos EUA que deve haver um mínimo de porcentagem outras raças nas produções, mas colocar um japonês que não sabe falar inglês direito como um Deus de Asgard? Ao menos salvou-se Heimdall, o Deus que toma conta da ponte Bifrost (faltou a corneta que ele sempre porta, que será tocada no dia de Ragnarok), o único personagem verdadeiramente imponente, com ar de fodão, de Deus.

Heimdall

E os gigantes de gelo? São apenas alienígenas de um planeta gelado. É, nesse filme, o que deu para perceber, é que Yggdrasil, a árvore da vida, é a verdade uma ramificação espacial e, Asgard, um planeta também. Houve uma época em que isso era oficial na Marvel, ou seja, Thor era mais um alienígena. Essa é a impressão que o filme passa.

Apesar do filme ser engraçadíssimo e divertido de se ver, ele foi rápido. Não teve tanta conexão com o resto dos filmes. Quando Thor recupera os poderes, faz parecer que tudo é fácil demais ou que só ele é o mestre. O relacionamento com a bailarina mortal cientista Natalie Portman é só pra encher linguiça, sendo que a amante dele mesmo, Sif (a Xena do filme) é ignorada pelo deus dos trovões. As cenas pós-créditos foram curiosas, ao menos. Veremos Capitão América então para ver o que será mostrado e podermos linkar as histórias! Mas eu falo que deu saudade do filme do Hulk que tinha o Thor! Esse era mais mitológico!

Bem, apesar do filme curto, história mal bolada e adaptções mitológicas brochantes, o filme é ótimo passatempo. Para ser legal, darei 3 lightsabers de recomendação!

Quem quiser assistir ao trailer, fique à vontade!

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=lKoN-dTaepA&feature=fvst]

!!!SPOILER ALERT!!!

Quer conferir as cenas depois dos créditos?

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=4Vob-Q7P2M4]

Ir para o topo