Review: Rango

Review: Rango

Rango, protagonizado por um camaleão aspirante a ator, não é Pixar e muito menos Dreamworks. A responsável pela animação é o estúdio Nickelodeon, oriundo do canal de TV homônimo que, apesar ter sua programação fudamentamente infantil, apresenta uma animação adulta nos cinemas.

A história é batida, mesmo porque o filme faz referência aos clássicos de bang-bang estrelados por Clint Eastwood e utiliza o argumento do mentiroso/oportunista.

Review: Rango

Contudo, o filme é execelente para rir bastante, mesmo com foco voltado para ação e aventura. Isso porque durante a história temos muitos momentos com pitadas humorísticas que garante a risada em quase todas as cenas. São tantas as pequenas piadas que é difícil lembrar mais de três ao término do filme.

Técnicamente são sou muito capacitado para julgar, mas as texturas e animação não deixam a desejar, uma vez que o filme não pertence aos estúdios líderes do mercado de animação, ouso dizer que está à altura.

Ai vai um pequeno “spoiler”: muita atenção no início do filme na cena onde podemos ouvir a música da Ave Maria, os detalhes impressionam.

Trailer do Filme:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=k-OOfW6wWyQ]

Rango é filme de de ação e aventura estilo velho-oeste com muitas pitadas de humor.

Spoilers 1: Notem a aparição do personagem de Clint Eastwood : The Man with No Name.

Spoiler 2: Notem a personificação de Don Quixote no tatu que tenta atravessar a estrada.

Ir para o topo