Review: Cookie Rush (iOS)

Review: Cookie Rush (iOS)

O que é bom:

- O jogo é extremamente simples. - O fator "fun" vai te fazer jogar por horas.

O que é ruim:

- O game over acontece em um momento quase sempre aleatório.

Cookie Rush é um jogo único na App Store. O planeta está sendo destruído por um cookie extremamente grande e você deve salvar o maior número de habitantes possível. A grande sacada do jogo está na sua simplicidade.

O game conta com gráficos bastante bons, ranking local e, infelizmente, não possui integração com o Game Center. Embora posssua integração com o bastante utilizado OpenFeint, o apelo social é reduzido se comparmos o Cookie Rush com a maioria das aplicações a venda na plataforma da Apple. Seguindo a grande maioria o jogo conta com Achievments bem bolados.

Review: Cookie Rush (iOS)

Na tela você vê apenas o cookie monstruoso e as pessoas que devem ser salvas. Tocando a tela você gera pequenos trampolins, levando-as para cima, evitando que as pessoas sejam atacadas por animais ferozes, batam em paredes ou caiam na água. Você pode, ainda, coletar itens com os aldeões.

Se você conseguir manter as pessoas vivas por cerca de um minuto eles começarão a gritar por ajuda. É nesse momento que o resgate aparece (um balão, um helicóptero ou outros veículos aéreos bastante inusitados) para salvar os desesperados fugitivos. Antes fosse fácil assim... Animais aparecem no caminho para atrapalhar a fuga, barreiras e oceanos te forçam a manter as pessoas nas alturas. Se você consegue escapar dos animais eles te dão um tempo extra para a fuga, atacando o biscoito gigante.

Outra forma de desacelerar o monstro é usando as celas no caminho: você tem a opção de salvar os prisioneiros ou deixá-los morrer para um bem maior. Outro elemento bastante interessante (e irritante) do jogo é um fugitivo bigodudo que, se tiver a chance, escapa sozinho no balão, deixando os demais à própria sorte.

Review: Cookie Rush (iOS)

A progressão dos níveis foi resolvida de forma criativa. Ao chegar no final de cada ilha você encontra o oceano e, ao atravessá-lo, a próxima ilha. O oceano que você encontra no final da última ilha te leva de volta à primeira, dando a impressão de que o jogo é "infinito". O reduzido número de ilhas acaba reduzindo, também, a longevidade do jogo na App Store. As ilhas são randomizadas, de forma que os animais, jaulas e pessoas não estão sempre no mesmo lugar. Os gráficos são bastante bons. Os aledões são variados e bastante coloridos.

O som do game podia ter sido melhor trabalhado. A música é bastante adequada, mas faltam sons para efeitos, como gritos, por exemplo, ou um indicativo para deixar claro que o biscoito está prestes a se tornar invencível.

O jogo, infelizmente, não tem um sistema que te faça progredir. Você joga durante 15, 20 minutos e, após um pequeno erro, perde todo o seu progresso. Foi desenvolvido visando apenas partidas rápidas e independentes.

O ponto mais frustrante é o game over. Em um momento randômico aparece a frase "Too Fast" (Muito Rápido) e você perde o jogo. A razão não é clara. Em nenhum lugar é possível encontrar informações sobre por que você perde o jogo. Você pode deixar todos os aldeões serem esmagados e demorar para perder ou salvar todos e perder muito mais rápido. A frase também foi mal escolhida: porque eu perco o jogo quando estou indo bem rápido? Acredito que este seja um ponto a ser melhor trabalhado em updates no futuro.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=J3bjspiJDUA&feature=channel_video_title]

O jogo poderia trazer outros elementos, outros obstáculos, mais ilhas, um sistema de evolução de modo a se tornar menos repetitivo. É, em suma, um jogo que merece receber atenção dos donos de iPods/iPhones/iPads, mas ainda fica devendo se comparado com os grandes sucessos da App Store.

Por isso ganha 4 Steve Jobs de recomendação:

4 steve empregos de recomendação! (Y)

Site da Desenvolvedoramobjoystudio.com Compre o jogo: App Store

Ir para o topo