Resumão: Primeiro dia de E3 2011 por Israel Mendes

Resumão: Primeiro dia de E3 2011

Fala pessoal, hoje temos um post bastante especial para vocês, um resumão do que de melhor aconteceu no primeiro dia da E3 2011. Como Assim? O deixa está diretamente em Los Angeles para enviar esse resumão? Ainda não é isso meus caros, mas quem sabe mais pra frente.

O grande Israel Mendes que é um dos meus chefes na aQuiris gX, está nesse momento em L.A. participando da feira e enviou esse texto e várias fotos bem bacanas com as impressões do primeiro dia de feira, aproveitem essa oportunidade e confiram as informações repassadas por ele.

Resumão: Primeiro dia de E3 2011 por Israel Mendes:

A E3 abriu suas portas oficialmente ao meio-dia desta terça-feira. Embora tenha começado extra-oficialmente na segunda. Filas gigantes se formaram por geeks de várias partes do mundo. Os estandes estavam bem preparados, com ofertas imperdíveis de diversão. Às vezes, até diversão adulta… Um grande resumo já foi feito por vários sites e blogs de notícias.

Resumão: Primeiro dia de E3 2011 por Israel Mendes

Aposto que você ouviu/leu a mesma notícia pelo menos umas 3 vezes, vindas de fontes diferentes. Então não vou me repetir nos fatos. Prefiro me aprofundar (ainda que brevemente) em algumas das coisas que aconteceram neste primeiro dia, as quais achei particularmente interessantes por algum motivo específico. Vou citá-las em bullets.

# Wii U:

Esse pra mim foi o anúncio mais inspirador da terça-feira. E, creio, de toda a feira. A Nintendo tem tirado vários coelhos da cartola ultimamente. Essa foi uma grande sacada: entrar no mercado de tablets. Mas sem sair do mercado de games. Ano passado um diretor de conteúdo da Nintendo falou: “me preocupo mais com a Apple e seu iPhone/iPad do que com a Sony e seu PSP”. Dito e feito. Contra-atacou, indo na direção oposta e chamando o público dos tablets para o seu novo console/tablet/wii. Sim, é disso que o Wii U se trata: ele é um portátil pra ser jogado, com sensor de movimento, tal qual o Wii e com tamanho e funcionalidades de tablet.

Um tablet extremamente “gamificado”, por assim dizer. De novo ela parece estar quebrando modelos e dando guinadas nos rumos de mercado. Não foi à toa que a fila de teste do novo hardware precisou ser bloqueada, de tão grande que estava. Clap, clap, clap pra Nintendo.

Resumão: Primeiro dia de E3 2011 por Israel Mendes

# Ainda sobre a Nintendo, com o 3DS:

A experiência de gameplay do Nintendo 3DS é muito singular. Os games em 3D são realmente imersivos. Na GDC 11 tive o primeiro contato com o hardware e realmente me impressionei. Detalhe: não precisa óculos 3D. Hoje (terça) joguei o Madden 12 rapidamente e não foi diferente.

Creio que somado aos movimentos de Wii e Wii U, a Nintendo consolida uma sequência da acertos que dita rumos alternativos de mercado. Mas sem perder o foco em casualidade e/ou diversão nas experiências. Pra fazer salivar os saudosos amantes: Zelda - Ocarina of Time 3D.

# PS Store Brasileira:

Isso pra mim representa uma nova aposta do mercado mundial no Brasil. Tomara que o nosso país aproveite essa, sei lá, décima quinta chance. Se a resposta de mercado for boa, talvez isso possa conferir um pouco mais de oficialidade nos números de jogadores brasileiros.

Há não muito tempo, conversando com o Bernardo, da Softex, comentamos da dificuldade de metrificar o nosso mercado. Uma PS Store já colocaria muitas coisas em um bom rumo. Deve acontecer ainda em 2011.

# E3 = Fliperama + Festa + Parque de Diversões:

Essa dinâmica misturada que é oferecida em overdoses para os geeks diz muito sobre a grandiosidade da feira. O caos controlado é uma necessidade, gera buzz, sentimento de urgência, poder, assédio, etc. Os estandes de algumas empresas, como Sony e Nintendo, são verdadeiros mundos à parte recheados de estímulos de toda sorte. Alguns bem sortidos mesmo.

Resumão: Primeiro dia de E3 2011 por Israel Mendes

# E3 = Pecado:

É o ingrediente que a GDC, por exemplo, não possui. Divertido olhar as moças criadas a Toddy promovendo estandes e produtos. Só entram maiores de 17 anos na E3. E isso certamente deve-se a essa provocação promovida pelas beldades.

Elas criam uma tensão entre os geeks que é no mínimo engraçada. E justa. Afinal, a julgar pelo vício aparente de alguns, é um bom momento pra apreciar avatares mais bem servidos dos que eles estão acostumados a ver nos games.

Resumão: Primeiro dia de E3 2011 por Israel Mendes

# Game Conection:

Tal qual a GDC, a E3 possui uma Game Connection interna. Pra quem não sabe do que se trata, a Game Connection é uma modalidade paralela de speed meetings de 30 minutos promovida entre players do mercado. Um tipo interessante de objetividade notada em eventos como o TED. Fornecedores buscam desenvolvedores. Desenvolvedores, publishers. Empresas de hardware, conteúdo. Empresas de conteúdo, interessados. Tudo é ultra organizado e funcional. É chegar, se apresentar rapidamente, ver se batem os interesses e tchau! Depois seguimos por skype.

Existe inclusive um aplicativo proprietário que gerencia os agendamentos entre esses players. A cultura do "time is money" é levada bastante a sério. A Game Connection é uma das modalidades mais atraentes para empresas emergentes, que precisam otimizar recursos e resultados. Pá-pum, fechou negócio ou desocupa a moita.

# Uncharted 3, dublado em português do Brasil:

Isso me dá calafrios em termos de resultado final. Medo daquelas dublagens bizarras como: “os tiras estão vindo!”. Mas a intenção é sempre boa. E demonstra uma relevância cultural iminente tanto do Brasil quanto da Língua Portuguesa. Nos resta torcer pra que dessa vez seja uma coisa mais Tropa de Elite do que Dama do Lotação.

Resumão: Primeiro dia de E3 2011 por Israel Mendes

# Fifa 12 x PES 12:

Essa guerra já tem vencedor há algum tempo. E, sou obrigado a admitir: é a Electronic Arts. Digo obrigado porque eu sou/era PES Maníaco. O último suspiro meaculposo que li vindo do lado da Konami foi que eles "teriam que fazer uma remodelação profunda no PES" se quisessem voltar à disputa de verdade. Isso não é pouca coisa! Em paralelo, o Fifa 11 realmente é um game que irrita menos e diverte mais mesmo imigrantes Konâmicos como eu. O 12 deve se aperfeiçoar ainda mais.

Cantei a pedra pra alguns amigos no fim da versão 09: começo a jogar Fifa no 11, lá ele já deve estar bom. Na mosca. Ok, muita gente já achava bom antes disso. Mas o ponto aqui é: no 11 as características do game começaram a agradar sensivelmente até o público do PES, pois o gameplay ficou mais dinâmico, menos pesado.

Aguardo, no entanto, sensíveis melhoras no fluxo de interfaces do Fifa, que pra quem joga(va) PES, ainda segue sendo uma experiência muito negativa. Mas de novo admito: atualmente, a EA tem bem mais posse de bola. E de público.

# Street Fighter x Tekken:

A ideia é ótima pra mim que sempre joguei ambos os títulos. São dois pesos pesados do gênero Luta VS Mode. Esse duelo estava caindo de maduro há alguns anos. Mas aqui um protesto: a realização foi parcial.

O gameplay do game é o mesmo do Street Fighter. Ok, não que eu esperasse algo diferente disso, Street é muito mais bem sucedido que Tekken. Mas a justiça só acontecerá quando houver um gameplay VS Mode 3D na engine do Tekken e/ou Soul Calibur. Aí sim quero ver Ryu e companhia fazerem frente ao Kazuya e sua turma. Bom, brincadeiras à parte, o game está um primor. (A redação do deixa informa que já esta confirmando uma versão Tekken vs Street em 3D rodando na engine da serie Tekken. Fonte: aqui)

Resumão: Primeiro dia de E3 2011 por Israel Mendes

# Quando o assunto é games, é preciso estar fora do Brasil pra conhecer o Brasil:

Já me acostumei a essa cena: a gente apresenta o trabalho da Aquiris e nego fala "nossa, como que eu não sabia que um trabalho tão bacana assim estava sendo feito no Brasil?". Nosso mercado é rarefeito.

Nessa E3 conhecemos o André Forastieri pessoalmente. Ele se impressionou positivamente com nosso trabalho e já nos fez um convite pra um evento no segundo semestre. Prontamente aceito. Contato feito e estabelecido. 2011 tem sido assim. Mais do que isso, começamos a mapear pessoas com os seguintes ingredientes: qualidade + critérios + liderança + pró-atividade + integridade.

Tivemos bons encontros até agora. O Arthur Protásio, O Bernardo Manfredini, o próprio Forastieri, a Thaís Weiller, o Vince Vader, o Diego Guichard, o Dolemes, o Guga Giglio, entre outros que estão tentando, mesmo que às vezes solitariamente, promover o mercado interno. É pra essa galera bem intencionada que queremos nos apresentar. Mesmo que às vezes precisemos ir até Los Angeles.

Resumão: Primeiro dia de E3 2011 por Israel Mendes

Bom, esse é um primeiro resumo de impressões. Teve mais coisas, claro: o PSVita, Battlefield 3, Halo 4, etc, mas como disse, selecionei o que mais me marcou, em especial nessa terça-feira de abertura oficial do Expo Floor. Amanhã terei reuniões de trabalho. Se puder unir as duas coisas, farei. Senão, somente o que der.

------- Israel Mendes é Diretor de Criação da Aquiris Game Studio. @iMENDE5

Ir para o topo