O Guia dos Nerds das Galáxias e o Castelo de Grayskull

Dia das crianças chegando, que beleza! Vai querer o quê de presente? Ou será que você já tem um rebento catarrento e teve que comprar um boneco de pano vagabundo do Hulk por 150 reais no shopping? E sim, aproveito que hoje teve a coluna da Dani, vou reclamar um pouco (só no início).

Brinquedo bom não se faz mais! Mas enfim, vou falar sobre o magnífico Castelo de Grayskull, um tesouro da infância de quem nasceu nos anos 80!

Como nasci em 1985, eu tive o prazer de ver os melhores desenhos animados, jogar Atari 2600, Master System III e, o melhor, brincar na rua!!!

Graças a Deus (e aos meus pais) eu pude ter alguns bons brinquedos. Um monte de Playmobil, Lego, Comandos em Ação (e vários veículos bem grandes deles), bonecos dos Cavaleiros do Zodíaco... mas nada, eu digo, NADA superará minha (quase) coleção completa do He-Man! Sim, é quase completa por um motivo: não tenho mais o Castelo de Grayskull.

O castelo é grande, bonito, bem feito, com portinholas, armadilhas, pintando a mão. Era o tesouro da minha coleção. Era, com o verbo conjugado no passado, pois ele foi dado para os pobres. Nada contra dar brinquedos para as crianças pobres, pois eu sempre acho algum jogado no meio da bagunça e doo para quem precisa. O problema foi a circunstância.

[caption id="attachment_7397" align="aligncenter" width="490" caption="Ah... o Castelo de Grayskull... <3"][/caption]

Minha saudosa avó materna (que Deus a tenha) que eu amo tanto, resolveu dar o meu Castelo de Grayskull para os pobres da favela que tinha perto de sua casa. Qual a razão? Casa de vó é como sua segunda casa, então você costuma deixar coisas lá, como mudas de roupa, alguns brinquedos e etc. Em um fim de semana, eu deixei o Castelo de Grayskull lá. Não lembro mais o motivo, mas não pude levá-lo para casa (ou esqueci, pois criança empolga com as coisas e acha algo melhor pra fazer, mas não significa que não se interessa mais pelo que deixou de fazer naquele momento).

Acontece que um ou dois dias depois, retornei à casa de meus avós. Cadê o Castelo de Grayskull? "Ah, eu dei pra um menino que passou na rua". Minha reação? Foi esta:

Matou a minha coleção!!! Tudo bem, ainda tenho todo o resto, inclusive Arqueiro, o namoradinho da She-Ra e Ventania, o cavalo dela (rosa e transformado). Mas acontece que por anos não perdoei minha avó por isto. Hoje eu penso que ela deu por um dos dois seguintes motivos (ou os dois):

1- Ela sofria de transtorno bipolar grave (e morreu de Alzheimer), ou seja, não era mentalmente estável 2- Por ser católica ferrenha, achou que um castelo de caveira era coisa demoníaca e sumiu com ele.

Mas, hoje em dia, não importa o motivo inicial, penso e espero que o Castelo de Grayskull tenha feito alguma criança pobre bem feliz, tão ou mais quanto me fez. Seria como ganhar um milhão em barras de ouro que valem mais do que dinheiro (ou um menino de 15 anos ganhar uma revista estilo Private).

Então, aonde quer que você esteja, meu querido Castelo de Grayskull, espero que tenha feito uma criança feliz e sido o seu tesouro! Obrigado!

Sim, eu vou comprar um pra mim pra completar a coleção (daqui uns anos).

E claro, perdoei minha avó =)

Ir para o topo