Jogos de iPad para jogar nas férias - Parte 2

Bueno galera, de volta pra terminar a lista que comecei aqui. Pra não escrever outro post gigante, vou direto ao ponto!

GodFinger All-Stars for iPad

Se você gostava do Black & White, da Lionhead Studios vai adorar o GodFinger. Neste jogo você é o Deus de um pequeno planeta e seu objetivo é deixar a população feliz (ou não).

Você pode controlar, o sol, a chuva, as tempestades, os arco-íris, construir vilas, fazendas, monumentos, etc. O jogo é bastante simples, mas garante horas de diversão. Seu objetivo é melhorar o seu planeta para atrair cada vez mais seguidores que vão plantar, minerar e trabalhar para e por você. Lembra bastante os jogos sociais (como o Farmville, disponível no Facebook), mas é, na minha opinião, muito mais divertido. Sua missão é gerenciar seus recursos e conquistar os aldeões com sua benevolência.

O maior problema que vi no jogo é que seus recursos (mana) são limitados e garantem apenas de 5 a 10 minutos de jogo. Depois disso você tem que esperar cerca de meia hora para fazer qualquer outra coisa. A lógica é simples: a ngMoco tem que ganhar dinheiro de algum jeito, ou seja, vendendo itens que aceleram a recuperação da mana. Entretanto, você NÃO precisa comprar nada para se divertir!

Apesar de demorar um pouco mais, você vai conseguir planejar melhor seu tempo de jogo. No fim das contas, é um jogo casual de gerenciamento como muitos outros, mas com gráficos muito bons e gameplay bastante balanceado consegue se destacar na multidão.

A ngMoco, produtora do jogo, criou outros games semelhantes em, principalmente, com o mesmo "appeal" do GodFinger: o We Rule e o We Farm. Ambos merecem uma conferida!

Além de tudo isso, o jogo é free (com microtransações para conseguir itens mais rapidamente). Também existe uma outra versão, para iPhone e iPod Touch, mas, mais uma vez, jogar no iPad não tem comparação.

Preço: Free.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=_quoE3mP74A]

Fruit Ninja HD

Está estressado? Vai jogar Fruit Ninja! Seus amigos estão estressados? Pegue o iPad e convide-os pra jogar com você! Essa talvez seja a principal diferença entre a versão de iPhone/iPod e a versão de iPad: a possibilidade de jogar em grupo! Mas jogar em grupo o quê?

No Fruit Ninja você é, bem, um ninja... E você está treinando... Com frutas! Seu objetivo é cortar, com os dedos, o maior número de frutas possível evitando - dependendo do modo de jogo - as bombas. Existem 3 modos de jogo single player:

- No modo clássico você corta frutas, sem deixá-las sairem da tela, até que corte uma bomba ou perca 3 frutas. - No modo arcade você tem 60 segundos para fazer a maior pontuação possível e as bombas descontam tempo. Nesse modo existem, ainda, alguns powerups, que aumentam a quantidade de pontos que você ganha, ou diminuem a velocidade com que o tempo passa. - No modo Zen você tem 90 segundos para cortar o maior número de frutas possível. - No modo multiplayer (para dois jogadores) existem dois modos de jogo: o modo clássico, igual ao singleplayer, sendo que você pode lançar bombas na tela do seu adversário e o modo zen, que pode ser jogado de 30 a 180 segundos. Você pode, além de jogar contar uma outra pessoa no mesmo iPad, jogar contra alguém online.

O Fruit Ninja é, resumidamente, um jogo que exige muita habilidade do jogador, se seu objetivo for atingir records, mas que recompensa com gráficos excelentes e jogabilidade insana! Além de tudo, você tem uma infinidade de "unloackables", como novas espadas e cenários. Falando com alguns educadores físicos (valeu Tai!) percebi que o jogo, removendo o fator competitivo, é indicado para todas as idades: ele treina o tempo de reação e a motricidade fina, mantendo a atenção do jogador, uma vez que seu gameplay tem dificuldade adaptativa ao nível de quem joga. É, com certeza, uma ótima pedida para você, pai, que está procurando um bom jogo para seus filhos. Ou para você, filho, que gostaria de ver sua mãe jogando! Ou quem sabe seja essa uma boa hora de ensinar sua bisa a jogar! Acabei desdizendo minha primeira conclusão, de que o jogo exige muita habilidade. Na verdade, o jogo só exige que você se divirta! Outra pedida no mesmo nível é o Cut the Rope, sobre o qual você pode obter mais informações aqui.

Pelo multiplayer e maior espaço na tela, com certeza vale mais a pena jogar no iPad do que no iPod/iPhone. Se você só tem um iPod, não se preocupe, tem uma versão específica em resolução um pouco menor.

Preço: $ 2.99 (tem uma versão lite para testes).

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=9V0ovII6bgo]

Machinarium

Ao concluir minha lista percebi que apenas um jogo é exclusivo para iPad, o Machinarium! Quem conhece deve saber que existe uma versão do game para PC, desenvolvida em Flash, mas o porte para iPad merece destaque: o jogo é perfeito para o gadget da Apple!

O game foi desenvolvido pela Amanita Design e está repleto de quebra-cabeças desafiadores. Você explorará um mundo robótico no papel de um pequeno robô muito esperto e um pouco desajeitado. Colete itens para facilitar a sua vida e, caso esteja trancado em algum lugar, use o walkthrough (disponível para cada nível): para isso você deve vencer um pequeno mini-game de naves.

O gameplay é muito simples, basta tocar nos lugares para mover o personagem e fazê-lo interagir com os infinitos mecanismos disponíveis. Você pode, ainda, mudar o tamanho do robô: arraste-o para cima para fazê-lo dobrar de tamanho ou para baixo para transformá-lo em um ser minúsculo capaz de passar pelos menores buracos.

Machinarium é um dos poucos jogos disponíveis para iOS que possui um enredo rebuscado e uma história envolvente. Ajude diversos seres nesse mundo maravilhoso para conseguir novos itens que o ajudarão na sua jornada para reencontrar sua namorada - após ser literalmente jogado fora junto com o lixo da cidade.

Talvez o nível de frustração seja um pouco elevado para o público alvo do aplicativo - e talvez faça com que várias pessoas desistam de jogar -, mas com o auxílio do walkthrough (até onde eu sei disponível apenas na versão de iOS), você terá mais chances de ver o final da história. Para facilitar um pouco você pode, ainda, usar uma pequena lâmpada no canto da tela, que te mostrará o objetivo final de cada sala. Apesar de não ter diálogos, os balões com imagens contam a história de forma impecável, traduzindo as memórias e raciocínios do nosso pequeno amigo de forma surpreendente.

Infelizmente você tem que ter um iPad para jogar, uma vez que a versão não e compatível com iPhones e iPods. Se você não tem e não pode ter um, experimente a versão para PC/Mac.

Preço: $ 4.99 (não tem versão para testes).

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=hVw4SVaopzw]

Site oficial: amanita-design.net/games/machinarium.html

Com certeza muitos sentirão falta de alguns jogos famosos, como o Angry Birds, o Cut the Rope, Flight Control, dentre outros, mas, como disse na primeira parte, meu foco foram jogos que ou são versões exclusivas para o tablet da Apple, ou seja, não estão disponíveis nos outros dispositivos da maçã, ou são melhores jogados no iPad. E, é claro, essa lista representa a minha opinião. Se você gostaria de ver outros jogos fazendo parte de um post como esse, comente!

Acredito que, pelo avançar do ano e por alguns outros projetos que tenho em mente para dezembro, este seja meu último post aqui no Deixa em 2011. Quero agradecer a todos pelo apoio e comentários e pedir desculpas aos leitores por não ser mais presente no blog. A vida de um “garoto de programa” - principalmente quando isso envolve jogos - é bem complicada, ainda mais quando sua vida se divide em trabalhar e estudar (pra quem não sabe, ainda estou cursando Ciência da Computação na UFRGS). Mas chega de vida profissional/pessoal/estudantil, isso é assunto pra outro post!

Valeu galera e, se eu não aparecer por aqui, Feliz Natal e Próspero 2012 (se o mundo não acabar) pra todos!

Grande abraço!

Ir para o topo