Impressões: R Design Goiânia 2011

Está atrasadaço esse post, eu sei, mas eu estava no meu tcc, que vocês que costumam ler a coluna do Jukebox e já não devem mais agüentar ouvir falar. Poisé, terminei ! Agora venho com algumas impressões sobre o R design Goiânia 2011 Ainda há muito a ser descoberto.

Vamos deixar de enrolação e partir pro que interessa. Dos dias 12 a 15 de novembro desse ano aconteceu o 7° Encontro de estudantes de design da regional CO/MG em Goiânia. 5 anos depois o R voltou para a capital de Goiás, com um tema muito bom: Ainda há muito a ser descoberto, tendo como inspiração a marcha para o Oeste ocorrida no governo de Getúlio Vargas para incentivar o desenvolvimento da região centro oeste brasileira.

O encontro aconteceu nas dependências do Centro Universitário Anhanguera, que na minha opinião, já foi um dos pontos positivos, pois praticamente todo o R aconteceu lá, com exceção de duas festas.

O alojamento também não deixou a desejar, sendo ele ou nas famosas barracas, cobertas (que no último dia se molharam um pouquinho devido a uma chuva um pouco mais forte com ventos intensos, mas nada muito grave) e sala de aulas, essa pra mim, uma inovação que eu, pelo menos, não tinha visto ainda em se tratando de R's.

Os banheiros, funcionaram perfeitamente, sem reclamações. Bom, pelo menos eu não ouvi nenhuma. A alimentação sem dúvida foi uma maravilha, incluindo pratos do tipo caseiro bem feitos, que lembram comida de vó, com direito a picolés do cerrado de sobremesa.

Tá, mas aí vocês me perguntam sobre conteúdo. Eu digo que foi um dos R's, pelo menos dos muitos que participei e de alguns relatos que pude escutar, que teve conteúdo com maior variação, contemplando todas as áreas do design, de interiores a moda, com oficinas, palestras e workshops bastante interessantes e com grandes nomes, como por exemplo a Sebastiany Branding e Gilberto Strunck.

Enfim, eu não vou nomear pontos positivos e negativos, pois pra mim não aconteceram coisas que possamos taxar como negativas ao extremo, ou que deixaram a desejar. Problemas podem ter ocorrido, mas é um evento com muitas pessoas e isso já deixa claro que alguma coisa pode fugir do eixo.

O que tenho a dizer pra terminar esse pequeno texto é que a CORDe Goiânia está de parabéns por mostrarem o quanto o design goiano não deixa a desejar, e o quanto podemos contribuir para o design nacional. Além disso, os estudantes que compareceram puderam conhecer um pouco da hospitalidade e da alegria do povo goiano. Espero que eventos assim continuem acontecendo por aqui.

É isso, fiquem na paz e deixem comentários contando suas experiências.

Ir para o topo