Especial NJeitos 2012: O que fazer em Belo Horizonte nas horas vagas? [Parte 1 - Bares]

E hoje o post é especial, a Fernanda Botelho, mineira gente fina, preparou um guia de lugares que você, que vai viajar para Belo Horizonte durante a 22ª Edição do NDesign, não pode deixar de visitar! A gente garante que nas horas vagas lugar é o que não vai faltar para você conhecer, de buteco até exposição! E, para começar essa trilogia, quando se fala em Minas, qual a primeira coisa que vem à cabeça (depois de pão-de-queijo)? Bar! Então, vamos partir para a primeira parte desse guia: bares/botecos que você não pode deixar de conhecer!

Para começar a falar da cidade com mais bares por habitantes desse Brasil, nada melhor que a cena bohemia da capital mineira. São 8 mil opções de bares, restaurantes e lanchonetes, espalhados por toda cidade!

O bairro: Santa Tereza

Conhecido pela quantidade de bares, SanTe tem uma variedade indescritível de eventos e estabelecimentos comerciais, em sua maioria botecos. O mais famoso é a salvação da fome na madrugada:

Bolão

Serve porções, PFs, macarrão e a famigerada cervejinha gelada. Site: restaurantebolao.com.br

Quer saber sobre mais lugares em Santa Tereza? guiamais.com.br/bares-santa+teresa

Clube da Esquina

Pra quem gosta de MPB o espaço é saudoso e histórico. O que já foi o ponto de encontro de grandes nomes da múscia nacional, como Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes e Flávio Venturini é hoje um marco na cidade, pois lá também já abrigou, em 1902, a primeira cervejaria de Minas Gerais. Ambiente simples, mas de bom gosto, tradicional e aconchegante, conta com apresentações ao vivo e um vasto cardápio, que vai de pizzas e lanches, a refeições completas. Mais informações: guiabh.com.br/clube-da-esquina obaoba.com.br/bar-clube-da-esquina

Nelson Bordello

Bar, restaurante e cabaré cultural são as características que marcam o lugar mais descolado do Centro da cidade. Conta com apresentações diferenciadas e um clima bistrô rock’n’roll. Conheça mais em: nelsonbordello.com.br

Mercado Central

Quase um mundo à parte, no centro comercial da cidade está esse marco de cultura e descontração, onde ficam botecos, quitandas, lojas de animais e tudo que se imagina. Lá é onde você encontra matérias-primas, queijo, cachaça, artesanato, bife acebolado, torresmo e a descontração de um grande bar. É o centro de todas as mineirices de BH. Site: mercadocentral.com.br

Savassi

A menina dos olhos de BH, não é tão bohemia, mas ainda assim é um reduto de cafés, bares, lanchonetes, restaurantes e da maior parte do badalo de BH. Nos quatro quarteirões fechados da Praça Diogo de Vasconcelos encontram-se: o Complexo Cultural dos Bares da Bahia (Baiana do Acarajé e Axé da Bahia), Orizontino, Oito e Oitenta, Amarelim, Café 3 Corações, Assacabraza, Pizza Uno, Pomodori, McDonalds 24h, Takos; um pouco mais a frente está o Bar do João, Stadt Jever, Fujiyama, Rei do Pastel, Café Status, Café com Letras, California Coffee...E mais uma infinidade de lugares para comer, beber, se divertir e ter aquela prosa, típica de Minas, regada a muita cerveja e muitas doses.

Feira Modelo da Savassi - Rua Tomé de Souza

Nesse ambiente acontece a Feira Modelo da Savassi.Tem cara de feira de Interior, tem produtos de feira de Interior, tem comida de Interior. A feirinha da Savassi é onde, às quintas feiras, se faz o happy hour. Abriga barraquinhas de feijão tropeiro, espetinhos, macarrão na chapa, e cerveja, claro!

Essa foi a primeira parte do nosso ultimate guia para você que vai pra Belo Horizonte, se liga que o próximo post vamos falar sobre: BADAAAALOOO!!

Até mais gente bonita!

Ir para o topo